Telefone: 3554-0726 | Tel./WhatsApp: 97365-0726 | e-mail: contato@espacoavatara.com.br

Terapia Floral, a cura está nas flores

Entenda como as flores podem tratar as enfermidades

Terapia Floral, a cura está nas flores

Não somos feitos apenas de matéria. Há muito já se comprova que somos envolvidos por campos de energia.

Quando reprimimos os sentimentos, uma hora ou outra eles irão emergir, primeiro como conflitos mentais e, depois, como doenças físicas. Isso nos leva a acreditar que os problemas de saúde geralmente são gerados pela nossa mente.

Os campos de energia podem ser perturbados por campos físicos, químicos, biológicos e psíquicos. Esses desequilíbrios provocados por estes campos energéticos se traduzem em somatização, podendo levar o indivíduo em total colapso do campo de energia vital.

Por exemplo, quando em excesso, a ansiedade, o medo, a depressão, a obsessão, a raiva, o ódio, o ciúme, a dúvida, a preocupação e o estresse, desequilibram nossos campos energéticos e abrem o caminho para a invasão de enfermidades.

As terapias vibracionais como acupuntura, a cromoterapia, o Reiki, a terapia Prânica, a homeopatia, a massoterapia, e os florais são capazes de reconstituir e amplificar os padrões vibracionais de nossa condição saudável, nos deixando imunes aos padrões negativos.

Mas o que são Florais de Bach?

As essências florais são preparados vibracionais, ou seja, não tem princípio ativo, e sim um princípio atuante, que tem um poder de atuar equilibrando os elementos causadores de desequilíbrios nos diferentes níveis do ser.

O tratamento com florais não presta atenção à doença e sim ao indivíduo, e a medida que ele fica bem a doença é sanada.

Quem descobriu essa maravilhosa terapia, foi o médico inglês Edward Bach que tinha grande intuição, sensibilidade, concentração e grande amor a natureza.

Tudo começou quando Bach trabalhou em um hospital universitário sendo assistente de um departamento de bacteriologia e imunologia. Foi onde desenvolveu as vacinas que eliminavam as relações entre bactérias do intestino e as doenças crônicas.

Bach então, assumiu um cargo em um hospital Homeopático em Londres e em 1918, após ter percebido as semelhanças entre sua nova visão das relações entre saúde e doença e os ensinamentos de Hahnemann (fundador da Homeopatia), Bach desenvolve os famosos nosódios, percebendo que a doença tem a ver com as atitudes emocionais das pessoas.

Aos 43 anos de idade, Bach decide abandonar todas as atividades da cidade e partiu para o campo, em busca de novos remédios que não causassem efeitos colaterias. Quatro anos depois descobre 38 remédios florais onde escreve os fundamentos de sua nova medicina.

Mas a escolha das flores não foi aleatória, foi consequência de uma extensa pesquisa científica, aliada ao seu conhecimento e sua sensibilidade. Considerou vários aspectos para a elaboração das essências, tanto botânico, arquetípico, filosófico, e extra-físico das plantas, para descobrir o potencial de cura das flores e percebê-lo como ápice da energia curativa.

Os florais de Bach possuem várias formas de aplicação e podem ser usados junto a outras técnicas de tratamentos porque não provocam efeitos colaterais.

A aplicação de florais pode ser feita em pessoas de qualquer idade, portadoras de qualquer tipo de doença e tomando qualquer remédio porque não causam interação medicamentosa.

Não há um tempo pré-definido para a duração da terapia, cada caso é um caso.

As gotas podem ser aplicadas na língua do paciente, sobre a pele especialmente nos pulsos, fronte ou próximo aos chacras.

Outras formas de usar os florais além das gotas são na forma de spray, uso tópico em problemas de peles e dores, e harmonização de ambientes; no banho e vivências em grupo.

Normalmente usa-se 4 gotas a cada quatro horas, iniciando-se ao levantar e terminando ao ir dormir; durante à noite não há necessidade de acordar para tomar a essência.

Dica: O guia para a escolha do tratamento de florais é a mente e ela é muito delicada e sensível, por isso é muito mais assertivo que o paciente procure a ajuda de um terapeuta especializado para uma consulta, o terapeuta possui o conhecimento adequado para prescrever o Floral de acordo com as suas características e sua enfermidade.

Abaixo apontamos as 38 essências de Edward Bach:

Agrimony, Aspen, Beech, Centaury, Cerato, Cherry plum, Chestnut Bud, Chicory, Clematis, Crab Apple, Elm, Gentian, Gorse, Heather, Holly, Honeysuckle, Hornbeam, Impatiens, larch, Mimulus, Mustard, Oak, Olive, Pine, Red Chestnut, Rock Rose, Rock Water, Scleranthus, Star of Bethlehem, Sweet Chestnut, Vervain, Vine, Walnut, Water Violet, White Chestnut, Wild Oat, Wild Rose, Willow.


CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Compartilhe

   
   
   
   

Veja os comentários deste post

Scroll to Top