Telefone: 3554-0726 | Tel./WhatsApp: 97365-0726 | e-mail: contato@espacoavatara.com.br

7 motivos que comprovam que você está precisando de shiatsu

O que é, como fazer, benefícios, indicações, contraindicações, como se preparar e perguntas.

7 motivos que comprovam que você está precisando de shiatsu

1. Se você sente dores de cabeça provocadas por estresse e tensão;

2. Se você sente dores ao movimentar os braços;

3. Se você está se sentindo desanimado;

4. Se você passa por síndromes pré-menstruais;

5. Se você tem ficado irritado constantemente;

6. Se você sente dores nas pernas precocemente durante os exercícios físicos;

7. Se você não consegue ter uma noite de sono completa.

O que é shiatsu?

O shiatsu é uma arte de curar, originária do Japão, que se serve do poder do toque e da pressão para nos dar acesso às nossas próprias capacidades de auto-cura.

Na sessão de shiatsu, o profissional utiliza a pressão dos polegares e dos outros dedos, palmas das mãos e até cotovelos, joelhos e pés para provocar um relaxamento profundo e uma sensação de bem-estar.

Por vezes, é um processo dinâmico, outras, aparentemente estático, implicando a pressão e estiramento dos membros e tronco, amassando e liberando músculos contraídos e revitalizando as zonas não irrigadas que talvez estejam frias, fracas, ou, somente precisando de apoio.

Do ponto de vista de quem a recebe, a massagem de shiatsu é profundamente relaxante, embora revigorante, comunicando-nos uma sensação de tranquilidade e a consciência de um contato com cada zona do corpo.

A teoria médica oriental fornece uma estrutura que permite ao profissional avaliar o estado e as necessidades energéticas do corpo, sendo capaz de explicar os motivos pelos quais este retém tensões em certas zonas, ou pontos, e se sente fraco noutros.

Por que fazer shiatsu?

Abaixo, veja quais sãos os principais benefícios do shiatsu.

Benefício à postura e tônus muscular;

Melhora da dor e sensibilidade dos pontos gatilhos (trigger points);

Facilita o peristaltismo intestinal, sendo indicado nos casos de constipação;

Alívio das crises de rinite e sinusite;

Alívio das cólicas menstruais;

Relaxamento físico, mental e emocional;

Alívio dos sintomas do bruxismo e distúrbios da ATM como dor na face, cansaço dos músculos da mastigação e dor de cabeça;

Auxílio ao tratamento da depressão, síndrome do pânico, enxaqueca.

Quando o shiatsu é indicado?

Dores de cabeça;

Fibromialgia;

Gastrite nervosa;

Gripes, resfriados e bronquite asmática;

Problemas de circulação;

Problemas articulares (artrite, artrose, bursite, lombalgias, cervicalgias);

Tendinites, tenossinovites e paralisia muscular.

Quando o shiatsu é contraindicado?

Inflamações agudas;

Febre;

Doenças contagiosas;

Suspeita de fraturas e/ou luxações;

Ossos fraturados;

Veias varicosas;

Gravidez (antes do 4º mês);

Presença de Queimaduras.

Como se preparar para a sessão de shiatsu?

Para quem irá receber a massagem, o mais indicado é que use ou traga uma roupa confortável, pois ao contrário das massagens convencionais, o shiatsu não requer que a pessoa se dispa.

O Shiatsu pratica-se com roupa leve, de preferência algodão, ideal para manter o paciente quente, visto que o Shiatsu tem propensão para abrandar o metabolismo, podendo originar uma sensação de frio.

O ideal é não comer exageramente antes da sessão, e informe ao terapeuta caso esteja sentindo dores, para que ele possa avaliar o motivo da mesma.

Perguntas mais frequentes

Caso sua dúvida não esteja nesta sessão, clique aqui para entrar em contato.

As sessões de shiatsu têm a duração de aproximadamente uma hora e podem ser realizadas em um colchão oriental no chão para que o terapeuta tenha bom aproveitamento do espaço disponível e você possa sentir mais segurança e conforto durante o atendimento.

Durante a sessão, o terapeuta trabalha geralmente em todo o corpo: braços, pernas, costas, abdômen, pescoço e cabeça. Esse tratamento total transmite novamente ao paciente a impressão de estar "ligado" a todo o seu corpo e não apenas a parte que talvez constitua o problema real. Estabelecer esse contato entre as diversas partes chama a atenção para a relação entre zonas do corpo físico e a mente.

Sim, qualquer pessoa pode receber shiatsu, a não ser que ela apresente algum problema de saúde no qual essa técnica não poderia ser indicada.

Dependendo da situação você pode sentir um pouco de dor durante a sessão de shiatsu, isso acontece porque você pode estar com alguma disfunção energética que ocasiona a tensão muscular. O terapeuta irá tratar seu problema da maneira menos “dolorosa”, mas mantenha-o informado durante a sessão caso você sinta uma dor muito forte.

À partir do quarto mês de gestação uma gestante pode receber shiatsu, desde que não haja nenhum tipo de problemas na gravidez. Pergunte ao seu médico.

Tal como outras curas naturais e terapias alternativas, o shiatsu interessa-se pelas medidas de prevenção. Conserva o corpo saudável, flexível e equilibrado, e também controla as mudanças de energia que podem ser precursoras de doenças.

Como o shiatsu se dedica a relaxar o corpo a um nível profundo, entrando em contato com aspectos mais sutis do modo de ser energético de cada um, é também capaz de auxiliar no tratamento da ansiedade, tensão, depressão e instabilidade emocional.

Lembre-se!!! Procure um profissional especializado.

Somente profissionais qualificados podem realizar o shiatsu. Verifique se o mesmo é formado em massoterapia ou fisioterapia (leia o artigo "Massa... o quê?"). Movimentos bruscos e pressões intensas em determinadas áreas podem causar lesões graves se forem feitas por pessoas despreparadas.


CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Compartilhe

   
   
   
   

Veja os comentários deste post

Scroll to Top